NOTÍCIAS

MATÉRIAS ANALISADAS E VOTADAS NA SESSÃO ORDINÁRIA DE 18 DE JUNHO DE 2018

Publicado em 26/06/2018, Por Poder Legislativo de Herveiras

ATA DA 20ª REUNIÃO ORDINÁRIA, DA 2ª SESSÃO LEGISLATIVA, DA 6ª LEGISLATURA DO PODER LEGISLATIVO DE HERVEIRAS, ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, REALIZADA DIA 18 DE JUNHO DE 2018.  Às dezenove horas do dia dezoito de junho do ano de dois mil e dezoito, nas dependências da Câmara Municipal de Herveiras, se reuniram os seguintes Vereadores: Adão Carmelindo Lourenço (MDB), Anderson Silveira de Souza (MDB), Vereador Darci de Bastos (PTB), Edson Luis de Melo (PTB), Gilmar Elair Claas (MDB), João Alberi Rodrigues Vieira (MDB), Sandro Luis da Silveira (PP), Sidoni Metzger (PP), Valmir Pereira Bueno (MDB). I - VERIFICAÇÃO DO QUÓRUM: O Senhor Presidente fez as saudações iniciais cumprimentando a todos os presentes. Verificou que todos os vereadores estavam presentes. Em seguida solicitou votação da ata. II - VOTAÇÃO DA ATA: O Senhor Presidente colocou em discussão a Ata da 19ª Reunião ordinária, realizada dia 11 de junho de 2018. Não havendo discussão, o Senhor Presidente colocou em votação, Aprovada por unanimidade. III - EXPLICAÇÕES PESSOAIS. Vereador Sandro Luis da Silveira: Saudou o presidente, colegas vereadores, assessor jurídico, servidores da casa, e população presente. Disse que na sessão anterior havia pedido um parecer à assessoria jurídica desta casa acerca de um documento enviado pelo Ministério Público a Câmara sobre a abertura ou não de um processo de impeachment do atual Prefeito. Falou que deu uma analisada por cima do parecer e entendeu que não se tratava de uma denúncia e sim de uma informação. Aproveitou a oportunidade para comunicar a todos e a comunidade em geral que o Sindicato dos Trabalhadores Rurais está fazendo uma campanha beneficente em prol do hospital de Vale do Sol dizendo que é um hospital que atende as pessoas do município de Herveiras fora do horário em que o posto de saúde não esta funcionando. Disse que estão precisando de material de limpeza de higiene pessoal que é um hospital pequeno e esta cada vez mais difícil de manter o atendimento. Pedem que ajudem com algum material o que assim puder e que entregue no sindicato e de lá farão o encaminhamento. Vereador Edson Luis de Melo: Saudou o presidente, colegas vereadores, assessor jurídico, servidora da casa e população que se fez presente. Falou a respeito da sessão anterior onde foi lido o ofício que veio do Ministério Público, conjuntamente foi enviada a documentação que dizia respeito sobre um possível processo de pedido de impeachment que o Prefeito municipal poderia vir a sofrer. Mencionou que em sua fala pediu que o Assessor Jurídico esclarecesse através de um parecer técnico de forma clara e precisa dizendo se aquela documentação que veio do Ministério Público era uma denúncia ou uma informação para os vereadores e a comunidade tomar conhecimento. Relatou que conforme aos pareceres que eles tiveram acesso, um do Inlegis e outro do Assessor Jurídico da Câmara de Vereadores, ambos se posicionaram pela não configuração de denúncia, ou seja, que seria uma informação para os vereadores tomar conhecimento e a comunidade também. Vereador João Alberi Rodrigues Vieira: Reiterou as saudações iniciais. Disse que é dever dos vereadores que foram eleitos para representar o povo, aceitar as cobranças e críticas, levar em frente os pedidos e serviços e algo mais que o povo vem lhes procurar. Mencionou que estar disposto a ajudar foi o lema de cada vereador que foi para concorrer e que já sabiam que a tarefa seria esta. Disse que está acostumado a falar que o que é feito deve se agradecer e o que não é feito tem que ser cobrado e criticado. Relatou que na sexta-feira o Prefeito atendeu o seu pedido, oportunidade esta que foi feito o acesso de seus pais. Falou que foi muito bem feito o serviço, que foi um “serviço de patrão”, muito boa a estrada. Mencionou que seus pais já passam dos oitenta anos e não são mais crianças e por isso foi seu agradecimento especial ao Prefeito e que se todas às vezes forem atendidos seus serviços eles se acertarão muito bem e se não for atendido o serviço ele será obrigado a cobrar. Mencionou que como os vereadores Sandro e Edson falaram foi pedido este parecer e os assessores do Inlegis concederam para cada um ter acesso a ele, pois às assessorias são as que nos defendem e fazem o nosso trabalho. VIII - ENCERAMENTO: Não havendo mais nada a tratar o Senhor Presidente agradeceu a presença de todos os Vereadores, servidores, demais pessoas da comunidade e DECLAROU encerrada a presente reunião, informou que a próxima reunião seria realizada dia vinte e cinco de junho de dois mil e dezoito, às dezenove horas nas dependências da Câmara de Vereadores, centro de Herveiras. Esta Ata foi lavrada, após lida e aprovada, vai assinado pelo Presidente, 1° Secretário e demais Vereadores desta Casa.





Imprimir Notícia - Compartilhar no Facebook